sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Como tirar manchas do boxe

Quem cuida da manutenção da casa sabe que o banheiro precisa estar sempre limpo e impecável. Limpá-lo pode não ser fácil, mas nada como alguns truques para poupar seu tempo e facilitar a tarefa.

Para a faxina do banheiro ficar completa, é preciso dar uma atenção especial ao boxe. O vidro e o acrílico são os materiais mais usados para as portas dos boxes e necessitam de cuidados diferentes na limpeza.

O ideal seria secar o boxe imediatamente após o banho, já que o contato com shampoos, cremes, sabonetes e outros produtos utilizados, além da oleosidade natural do corpo humano, acabam causando manchas.

No entanto, como isso é praticamente impossível, o melhor é apostar em algumas dicas que tornam a limpeza do boxe mais eficaz.

Boxe de vidro

A primeira dica sobre como limpar boxe de vidro é não utilizar produtos ácidos, com cloro ou água sanitária. Tente remover as manchas com a dobradinha água e sabão, mas caso não seja suficiente, aposte em água quente com vinagre branco. Use uma esponja macia para esfregar a mistura e, em seguida, seque o vidro com um pano limpo e macio.

Outra receita infalível é misturar detergente com álcool. Para usá-la, primeiro é preciso jogar água quente no local das manchas e depois, com uma esponja, aplicar a mistura. Depois é só enxaguar com água fria e deixar secar naturalmente.

No caso das manchas que se formam na parte de baixo do vidro e tem um aspecto engordurado, é preciso usar primeiro sabão ou detergente e um produto que elimine a sujeira acumulada, que pode ser álcool ou limpa-vidros.

Boxe de acrílico

As dicas de como limpar boxe de acrílico são mais simples. O ideal é usar um pano limpo embebido em água e sabão ou detergente neutro e depois enxaguar. Manchas de sabonete e gordura podem ser removidas com a mistura de uma xícara de amaciante em água morna.

Jamais utilize esponjas abrasivas, palha de aço, nem com solventes minerais, tais como álcool, querosene, thinner para não danificar o material.

Fonte: www.dicasdemulher.com.br

Como lidar com situações embaraçosas nas festas de fim de ano

As festas de fim de ano estão aí e, com elas, as clássicas situações embaraçosas causadas por personagens que marcam presença em cada um delas, todos os anos. Lidar com essas situações nem sempre é fácil mas, com um pouco de jogo de cintura, nenhum problema irá arruinar suas comemorações.

O tio bêbado

Nem sempre é o tio. Pode ser uma tia ou um sobrinho, ou a cunhada, ou o colega de trabalho, enfim, alguém sempre exagera no álcool e começa a dar trabalho. Para resolver o problema, leve essa pessoa até um ambiente reservado e explique, calmamente, que não há mais festa para ela. Chame um táxi, ofereça uma carona ou coloque a pessoa para dormir, caso seja um parente próximo. O importante aqui é evitar vexames e situações constrangedoras para os demais convidados.

O destruidor de vasos

Mais uma vez, pode não ser um vaso. Talvez alguém derrube vinho no seu tapete novo, ou quebre a travessa que você herdou da sua avó, não importa. Nenhum objeto perdido deve tirá-la do sério. Permaneça calma e diga que “não foi nada”, ainda que você esteja querendo matar alguém, por dentro.

É fundamental que, antes do início da festa, você tire de circulação objetos e peças de estimação, porque acidentes acontecem.

Se, ainda assim, houver problema, respire fundo e não perca o rebolado: há grandes chances de o culpado já estar se sentindo péssimo com o ocorrido.

O polêmico

Esse personagem está presente principalmente quando a festa não é em família. Ele adora trazer à baila assuntos capazes de causar desentendimentos. Há uma trinca de ouro que, quando sacada, dá margem a muitos problemas: futebol, política e religião não se discutem. Se isso acontecer na sua festa, é importante saber sair da saia justa.

Mudar de assunto é uma boa estratégia para cortar o problema sem parecer rude. Pergunte “quem quer torta?” ou algo do gênero. Se estiver longe da roda de conversa ou tiver vergonha de falar, aumente o som da música ou convide a pessoa que sacou o assunto a “provar um novo drink”.

O adiantado (ou o último a sair)

Sempre há alguém que chega cedo demais ao evento, da mesma forma que sempre há aquele que não vai embora, embora a luz já esteja apagada, a bebida tenha acabado e não haja mais ninguém na festa. Para ambos problemas, é melhor incluir no convite o horário de início e fim da festa.

Se, ainda assim, alguém chegar adiantado, peça a essa pessoa para te ajudar a finalizar os preparativos. Para aqueles convidados que insistem em permanecer ao fim da festa, o ideal é explicar gentilmente que você está muito cansada por tudo o que teve que organizar e que, agora que a festa acabou, precisa descansar. Agradeça a presença de todos e acompanhe-os até a porta.

As festas de final de ano são boas oportunidades para rever amigos que você não encontra com frequência, além de reunir os familiares e promover uma confraternização. Qualquer que seja o tipo de evento escolhido, aproveite a ocasião para se divertir junto àquelas pessoas que você mais ama.

Fonte: www.dicasdemulher.com.br

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Saiba como manter sua casa organizada

A vida de quem trabalha fora e tem a responsabilidade de cuidar da casa é tão corrida que manter o imóvel organizado pode ser uma maneira de economizar tempo. Um guarda-roupa desarrumado, por exemplo, requer muitos minutos a mais na hora de se aprontar para sair. Manter o lar em ordem parece tarefa difícil, mas algumas medidas simples podem ajudar a diminuir o desgaste desta exaustiva rotina.

De acordo com a consultora Heloisa Sunfeld, o primeiro passo para manter a casa em ordem é planejar o local exato de cada coisa. Além disso, é preciso criar um hábito que é muito importante para a organização: “Tudo o que for retirado do lugar, deve voltar para onde estava. Assim nunca fica a dúvida de onde o objeto foi deixado”, ensina a profissional.

Chave do carro, por exemplo, é algo comum de se perder dentro de casa, principalmente quando o veículo é de uso comum da família. “O recomendado é ter um lugar especial para colocá-la toda vez que entrar em casa. O local pode ser um porta-chaves aplicado na parede ou até mesmo uma vasilha bonita ao lado da porta de entrada. O importante é lembrar sempre de deixá-la no ambiente escolhido”, orienta Heloisa.

Cozinha - “Tudo o que a pessoa usa em sua rotina precisa ficar em um local de fácil acesso”, orienta a profissional. Copos de água, por exemplo, devem ficar sempre perto do filtro ou da geladeira, assim como todos os utensílios de cozinha perto do fogão para facilitar e agilizar o preparo das refeições.

Deixe os utensílios mais usados à mão e tudo o que utilizar somente em ocasiões especiais pode ficar em um lugar mais alto. “Refratários e panelas que não fazem parte do dia a dia podem ficar guardados em uma prateleira mais distante”, diz a profissional. Aquela louça especial e o cristal que você só usa em dia de festa podem ficar dentro da caixa, protegidos em um armário. “Assim que forem usados, eles devem ser lavados e já podem voltar à embalagem”, recomenda.

Despensa – Disponibilizar os mantimentos em um armário ajuda a mantê-los organizados. “Se possível, deixe as caixas e pacotes de alimentos e demais produtos já abertos em um local ou prateleira separada, evitando abrir dois iguais ao mesmo tempo”, aconselha a consultora. Outra dica importante é criar uma lista dos itens que precisam ser repostos. O velho e bom bloco de notas deve estar à vista, com uma caneta ao lado.

Armário de roupa – As vestimentas mais utilizadas devem estar localizadas em uma parte mais prática do armário. As roupas de festas e as que forem de uma estação oposta devem ser guardadas em locais diferentes para evitar a bagunça. Heloisa recomenda que o guarda-roupa seja organizado por assuntos. “Coloque vestido com vestido, blusas com blusas e assim por diante. Desta maneira é mais rápido para se arrumar, pois não é preciso procurar calças entre as camisas.”

“Ao chegar em casa e trocar de roupa, já coloque as peças usadas no cabide ou as ponha para lavar. Assim, ao se vestir na manhã seguinte, você retira do armário o visual do dia e já devolve para o guarda-roupa o da noite anterior”, sugere a organizadora.

Sapateira – A maneira indicada por Heloisa para guardar os sapatos é interessante. Muitas pessoas guardam os pares juntos, na mesma prateleira. “Minha sugestão é de que se coloque lado a lado todos os modelos do pé direito e os seus pares logo atrás”, indica. Após usar um par, devolva-o para seu lugar.

Banheiro – Faça um pequeno estoque com um item de cada produto, como um sabonete a mais, xampu e papel higiênico, entre outros. “É muito desagradável começar a escovar os dentes, por exemplo, e notar que a pasta acabou e não há outra nova no ambiente para repô-la”, diz Heloisa. Portanto não esqueça: sempre que tirar algo da reposição, recoloque outro no lugar.

Livros, DVDs e CDs – O critério de organização desses itens varia de pessoa para pessoa. Há quem prefira separá-los por ordem alfabética. Outros por temas e assuntos. “Existe no mercado torres para guardar os CDs e DVDs que abrigam muitas caixinhas e são ótimas para quem tem pouco espaço. Quem tiver um ambiente maior pode optar por um projeto com o marceneiro e criar um compartimento com divisórias”, diz Heloisa.

Fonte: www.zap.com.br

14 presentes de natal simples, bonitos e que você mesma pode fazer


Com o natal se aproximando, temos que já ir pensando nos presentes. Que tal você mesma fazer suas lembrancinhas de natal? No site do Real Simple, tem várias sugestões e receitas, como sais de banho, livro de receitas de família, jardim de mini-suculentas, entre outros. Caso queira ver a matéria completa, é só acessar o link do site (em inglês):


http://www.realsimple.com/holidays-entertaining/gifts/homemade-holiday-gifts-00000000024318/index.html


Fonte: Site do Real Simple

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Dicas para ampliar banheiros pequenos

• Leve em conta a ergonomia do ambiente além da circulação

• Os banheiros retangulares, em geral, garantem melhores resultados do que os quadrados

• Prefira as duchas higiênicas aos bidês

• Crie alternativas para armazenamento de produtos como nichos em paredes, prateleiras, gabinetes escondidos atrás de espelhos, gavetas etc.

• Adote materiais claros e espelhos generosos, para dar maior sensação de amplitude

• Móveis planejados aproveitam todo espaço disponível

• Prefira armários de frascos por trás dos espelhos e gabinetes rasos com cubas de semi-encaixe

• Não desperdice espaços com aberturas de portas e circulações secundárias, opte pelas de correr

• Reserve áreas maiores para os setores com maior utilização

• Aproveite a parte superior da bancada para armários com prateleira e porta de correr, evitando gabinetes "pesados"

Fontes: Ana Rita Sousa e Silva Brunete Fraccaroli, Marco Donini, Rogério Perez, Shenia Nogueira e Toninho Noronha
 
MEDIDAS MÍNIMAS

• Box: 0,9 m x 1 m

• Largura do vão para o vaso sanitário: 0,7 m

• Altura da bancada: entre 0,8 m e 0,92 m de atura dependendo da louça escolhida

Fonte: Alessandra Hurtado, da AHGA, Giselle Macedo e Patrícia Covolo