quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Dicas de Fengh Shui



- Remova qualquer tipo de quinquilharia;
- Quinquilharia é qualquer coisa que não é mais necessária;
- Livre-se do que é indesejável;
- As quinquilharias bloqueam e restringem o ch'í benéfico, de modo que ele não se espalha livremente pela casa;
- Os aposentos não podem estar em desordem;
- Não guarde nada do que não esteja precisando;
- A entrada de sua casa deve ser limpa, sem quinquilharias, parecendo dar as boas vindas;
- A cozinha deve parecer convidativa. Deve ser clara e arejada, para atrair muito ch'i benéfico;
- O fogão deve estar de frente para o centro da casa (a posição da sorte). Isso aumenta a prosperidade da família;
- O fogão deve estar sempre limpo e bem cuidado. Procure utilizar regularmente todas as bocas e acessórios do fogão.
- Uma despensa e um refrigerador com um bom estoque de alimentos reflete-se diretamente na prosperidade da família.

Fonte: Richard Webster - 101 dicas do Fengh Shui para o seu lar

14 coisas que você não deve jogar no vaso nem no ralo


Elas poluem rios, lagos e mares, o que contamina o ambiente e os animais. Também deixa mais difícil obter a água que nós mesmos usaremos. Alguns produtos como fio dental, podem causar entupimentos.

-Cotonete e fio dental
- Medicamentos e preservativo
- Óleo de cozinha
- Ponta de cigarro
- Poeira de varrição de casa
- Fio de cabelo e pelo de animais
- Tinta que não seja à base de água
- Querosene, gasolina, solvente, tíner

Jogue esses produtos no lixo comum. Alguns deles, como óleo de cozinha, medicamentos, tinta e solventes, podem ser levados a pontos de coleta especiais, que darão destinação adequada.

Fontes: Marcelo Morgado e Emasa

sábado, 24 de outubro de 2015

Outubro rosa - Campanha de prevenção ao câncer de mama


Fique de olho:

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres do mundo e a primeira causa de mortes por câncer feminino no Brasil. Conhecer o seu próprio corpo, cuidar-se e ficar atenta a certos sinais e sintomas é muito importante para prevenção e combate a essa doença:

- Inchaço que não desaparece
- Pele enrugada ou com depressões
- Pele descamativa ao redor do mamilo
- Alterações do mamilo (inversão)
- Secreção no mamilo

Fatores de risco:

Não existe uma causa única para o câncer de mama e sim alguns fatores que podem aumentar o risco da doença, como:

- Idade - as mulheres, principalmente após os 50 anos, ainda são as mais afetadas pela doença;
- Sobrepeso ou obesidade;
- Não praticar atividade física regularmente;
- Exposição frequente a raios X;
- Histórico familiar de câncer de mama e ovário, principalmente em parentes de primeiro grau (mãe, irmã) que tenham tido a doença antes dos 50 anos;
- Não ter amamentado;
- Primeira menstruação antes dos 12 anos;
- Parar de menstruar após os 55 anos;
- Fazer reposição hormonal pós menopousa por mais de 5 anos

O que você pode fazer para reduzir os riscos:

- Ter uma alimentação saudável, ingerindo verduras, legumes, frutas, proteínas, carboidratos, cereais, além da ingestão de muito líquido;
- Controlar seu peso;
- Praticar exercícios físicos regulares. Eles aliviam o estresse físico e emocional e melhoram o funcionamento do organismo;
- Evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
- Evitar o tabagismo;
- Ter uma equipe de saúde de referência para orientações e esclarecimento de dúvidas quanto às medidas preventivas e acompanhamento de exames complementares e outros procedimentos que se fizerem necessários.

Fonte: www.saude.mg.gov,br/saudedamulher

Cultivo de plantas - Cultivo da Pimenta


Nome Científico: Capsicum spp
Nomes Populares: Pimenta, Malagueta, Pimenteira, Piri-piri
Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Ervas Condimentares, Flores Perenes, Frutas e Legumes,Plantas Hortícolas
Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo,Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: América Central, América do Norte, América do Sul
Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

O gênero Capsicum inclui plantas de frutos picantes, conhecidos como pimentas, assim como plantas de frutos “doces”, os pimentões. As diferentes espécies de pimenta conhecidas podem ser classificadas como domésticas, semi-domesticadas e selvagens. As espécies domésticas e mais cultivadas são a C. annuum var. annuum, C. baccatum var. pendulum, C. chinense, C. frutescens eC. pubescens. As pimentas deste gênero não apresentam relação botânica com outras pimentas comumente utilizadas como tempero, como a pimenta-do-reino (Piper nigrum), pimenta-da-jamaica (Pimenta dioica ou pimenta-rosa (Schinus sp).

As pimentas são cultivadas principalmente com fins alimentares, medicinais, condimentares e ornamentais. Elas apresentam caule lenhoso ou semi-lenhoso, ramificado, ereto ou recurvado, e folhas lanceoladas, verdes e brilhantes, com nervuras bem marcadas. O porte é variável, sendo que algumas cultivares são anãs e outras podem atingir 1,5 metros de altura. As flores são em sua maioria brancas, mas algumas variedades apresentam flores arroxeadas. O fruto é uma baga de tamanho variável, que pode ter formato esférico, cônico, campanulado, entre outros e apresentar diversas cores, como verde, branco, amarelo, vermelho, laranja, preto, marrom ou violeta.

A capsaicina e outros compostos do grupo dos capsaicinóides são os responsáveis pelo sabor picante das pimentas. Esta picância é medida em escala própria, a escala Scoville, que parte do pimentão, como tendo picância 0 e vai aumentando em unidades até chegar às pimentas mais picantes, com 300,000 unidades, conhecidas como habaneros. Na culinária as pimentas são utilizadas em conservas, molhos, saladas, recheadas, etc e seu uso é tão difundido que faz parte das mais diversas culturas orientais e ocidentais.

Apesar de consideradas perenes, as variedades atuais de pimenteiras são selecionadas para frutificarem intensamente em um curto período de tempo. Desta forma, após o primeiro ano, elas perdem a beleza, enfraquecem, produzem menos e se tornam sensíveis a pragas e doenças. Os vasinhos e canteiros devem ser reformados a cada um ou dois anos e, para que as pimenteiras ornamentais sejam mais longevas, o raleio de flores e a colheita permanente dos frutos maduros são recomendados.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, profundo, leve, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. A pimenteira aprecia adubações semanais durante o crescimento e floração e adubações quinzenais durante a frutificação. Não tolera estiagem, encharcamento, frio ou geadas. Multiplica-se por estaquia e mais comumente por sementes. A colheita inicia-se de 100 a 120 dias após o plantio.

Fonte: Jardineiro.net

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Mensagem da Brahma Kumaris - World Spiritual University

Paciência

"Ser paciente significa fazer face a todas as situações com coragem e determinação e manter uma paz de espírito natural, sem que os acontecimentos externos tragam oscilação na sua atitude interna e no seu comportamento. A impaciência revela falta de maturidade e falta de confiança na nossa capacidade de enfrentar as adversidades que surgem quando menos se espera. Aquilo que não for feito com paciência dificilmente poderá ser feito com sucesso."

António Sequeira

Para indicar o recebimento dessas mensagens a um colega por favor sugerir que acesse: www.bkumaris.org.br/cadastro

Site da Brahma Kumaris internacional: http://www.bkwsu.org/

Site da Brahma Kumaris no Brasil: http://www.bkwsu.org/brazil/

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Piñata Cake



Surpreender os convidados vai muito além de ter um bolo bonito e bem decorado: é preciso também acrescentar sabor nesta aventura. Esta é a proposta do piñata cake, um estilo que vem fazendo sucesso nos Estados Unidos. É feito com um pão de ló oco por dentro, para ser recheado com diversas guloseimas, como confeitos de chocolate ou balas de goma. Pichorra, como também é conhecido, é uma tradição mexicana que consiste em montar balões de papel marchê forrados de guloseimas. Ele fica suspenso em um dos pontos da festa e o anfitrião tem de estourá-lo para que todos possam pegar os doces.


CORES DA ALEGRIA

A cobertura e os doces que irão rechear o bolo dependem muito da festa. Massas brancas ou de chocolate são perfeitas para aniversários. Aposte no red velvet em um chá de cozinha mais sofisticado ou em corantes de vários tons misturados para comemorar o primeiro ano de vida de uma criança. O rosa com balas de gelatina tem massa de baunilha e recheio de ganache de chocolate branco. Já o bolo acima tem choco balls e recheio de ganache de chocolate. Ambos são da Maison Art Gourmet (SP).


SABOR PREFERIDO

Embora as balas de goma coloridas chamem a atenção, a criançada prefere mesmo os confeitos de chocolate. Você pode optar pelos coloridos ou pelos de uma tonalidade só. Acima, bolo de baunilha com ganache de chocolate branco e confeitos coloridos de chocolate, da Le Malu (SP).


APRESENTAÇÃO ESPECIAL


Não é somente com o recheio do bolo e com os confeitos que você precisa se preocupar ao montar um. A cobertura também é importante. Aqui, apresentamos algumas ideias, mas solte a sua imaginação. Creme de manteiga, chantili, marshmallow ou mesmo ganache de chocolate podem render ótimas ideias. Acima, massa branca com recheio de creme de avelã e pasta americana pintada com tinta comestível dourada, de Bruna Monari, da Boliêr (SP).

TEMPERATURA MÁXIMA

Tome cuidado ainda com a cobertura que escolher se você for deixar o bolo na mesa de doces por um longo período. Pasta americana deixa tudo mais intacto durante os dias de calor. Já chantili pode derreter e estragar o bolo.

Fonte: Revista Festa Viva - Edição 50

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Texto


Troque a roupa. Mude os sonhos. Acorde cedo. Compre caderno e canetas. Escreva. Desafogue as mágoas. Arrume as gavetas, mas não esqueça de organizar a cabeça. Gaste tempo incomodando a tristeza. Faça silêncio e escute seu coração. Enxergue desenho nas nuvens. Colha flores para enfeitar a casa. Ouça música para manter a vida. Cante, certo, errado, mas cante a sua canção. O pior drama é ter feito o mínimo, errado pouco e vivido metades.

Desconheço o autor - Quem souber gentileza me falar, que darei os devidos créditos.