terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Banheiros: 8 maus hábitos que proliferam bactérias

A rotina da casa envolve infinitas ações praticamente feitas no piloto automático e isso também inclui banheiro e lavabo. O problema é que seus hábitos podem estar prejudicando a limpeza desse espaço. Mesmo que não seja nada aparente, as bactérias podem estar ali se multiplicando. Assustador, né? Para proteger um pouco mais esse cantinho, evite os erros abaixo:

1. Não fechar a tampa do vaso sanitário ao dar descarga
Ao dar a descarga com a tampa do vaso aberta, gotículas de água – com germes, claro – são espalhadas por todo o banheiro, incluindo o rolo de papel higiênico, as toalhas e as escovas de dente. Acredite, os pinguinhos quase invisíveis vão longe.

2. Guardar a escova de dentes em armário fechado
Sabe armário do banheiro, geralmente com porta de espelho? Muitas pessoas guardam ali a escova de dentes. O problema é que dessa forma as cerdas têm mais dificuldade para secar entre as escovações. Resultado: ambiente propício para as proliferação de bactérias. A Associação Americana de Dentistas recomenda também o armazenamento das escovas na posição vertical, sem entrar o contato com outras escovas, para evitar o risco de contaminação cruzada.

3. Deixar a maquiagem na pia
A umidade do banheiro pode tornar a sua maquiagem extremamente suscetível ao crescimento de bactérias. Mantenha esses itens longe de qualquer contaminação dentro de gavetas ou caixas.

4. Usar a esponja de banho por muito tempo
Bactérias adoram se reproduzir dentro do boxe do chuveiro e, principalmente, nas esponjas usadas, que acumulam água e sabão. Troque-a a cada três ou quatro semanas, no máximo.

5. Deixar as toalhas secarem em ganchos
Ao pendurar as toalhas da casa em ganchos, toda a umidade e eventuais excessos de sabão podem ficar presos entre as dobras. Isso privilegia a criação de mofo e o desenvolvimento de bactérias. O ideal é estender as peças no varal após o uso.

6. Deixar o banheiro fechado
Para evitar o acúmulo de umidade no banheiro, permita que circule o ar. Se houver janelas, deixe-as abertas. Se não, a porta deve ficar sempre aberta por 15 a 20 minutos após o banho.

7. Não limpar a cortina do chuveiro

Aquela simples cortinha que fecha o boxe também pode ser um grande foco de germes. A boa notícia é que para limpá-la basta colocar na máquina de lavar. Depois, deixe secar bem no varal.

8. Usar o celular no banheiro
Instagram, Facebook, joguinhos, todos os atrativos dos smartphones são um prato cheio para quem vai passar um tempo no banheiro. O problema é: tudo o que você leva para esse espaço pode ser contaminado com germes e bactérias. Por mais que suas mãos sejam bem lavadas depois, o seu telefone provavelmente não será higienizado e, então, basta receber uma ligação para ter que encostar o aparelho no rosto e... Eca!!!

Retirado do site da Revista Casa e Jardim

Mensagem da Brahma Kumaris - World Spiritual University


Introspecção

"Quando me dirijo ao mundo interior, não é para escapar do barulho incessante das ações, das exigências e confusões dos outros. Não é para alienar-me dos acontecimentos e das pessoas. É para fertilizar o solo interno, onde todas as minhas virtudes e poderes podem brotar, crescer e desabrochar. Quando estou bem alimentado por dentro, não me torno um mendigo do amor ou de respeito, porque sei ser meu próprio amigo e amigo dos outros."

Ken O'Donnell,

Lições para uma Vida Plena, Editora Gente, São Paulo, 1993

Para indicar o recebimento dessas mensagens a um colega por favor sugerir que acesse: www.bkumaris.org.br/cadastro

Site da Brahma Kumaris internacional: http://www.bkwsu.org/

Site da Brahma Kumaris no Brasil: http://www.bkwsu.org/brazil/

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Boas festas!

Papai Noel está chegando...


domingo, 20 de dezembro de 2015

Acerte a taça!

Já que estamos quase no natal, apresentarei aqui cada tipo de taça a ser servida nas festas de final de ano.


Fonte: B. Angelone

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Dicas de Fengh Shui



- Remova qualquer tipo de quinquilharia;
- Quinquilharia é qualquer coisa que não é mais necessária;
- Livre-se do que é indesejável;
- As quinquilharias bloqueam e restringem o ch'í benéfico, de modo que ele não se espalha livremente pela casa;
- Os aposentos não podem estar em desordem;
- Não guarde nada do que não esteja precisando;
- A entrada de sua casa deve ser limpa, sem quinquilharias, parecendo dar as boas vindas;
- A cozinha deve parecer convidativa. Deve ser clara e arejada, para atrair muito ch'i benéfico;
- O fogão deve estar de frente para o centro da casa (a posição da sorte). Isso aumenta a prosperidade da família;
- O fogão deve estar sempre limpo e bem cuidado. Procure utilizar regularmente todas as bocas e acessórios do fogão.
- Uma despensa e um refrigerador com um bom estoque de alimentos reflete-se diretamente na prosperidade da família.

Fonte: Richard Webster - 101 dicas do Fengh Shui para o seu lar

14 coisas que você não deve jogar no vaso nem no ralo


Elas poluem rios, lagos e mares, o que contamina o ambiente e os animais. Também deixa mais difícil obter a água que nós mesmos usaremos. Alguns produtos como fio dental, podem causar entupimentos.

-Cotonete e fio dental
- Medicamentos e preservativo
- Óleo de cozinha
- Ponta de cigarro
- Poeira de varrição de casa
- Fio de cabelo e pelo de animais
- Tinta que não seja à base de água
- Querosene, gasolina, solvente, tíner

Jogue esses produtos no lixo comum. Alguns deles, como óleo de cozinha, medicamentos, tinta e solventes, podem ser levados a pontos de coleta especiais, que darão destinação adequada.

Fontes: Marcelo Morgado e Emasa

sábado, 24 de outubro de 2015

Outubro rosa - Campanha de prevenção ao câncer de mama


Fique de olho:

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres do mundo e a primeira causa de mortes por câncer feminino no Brasil. Conhecer o seu próprio corpo, cuidar-se e ficar atenta a certos sinais e sintomas é muito importante para prevenção e combate a essa doença:

- Inchaço que não desaparece
- Pele enrugada ou com depressões
- Pele descamativa ao redor do mamilo
- Alterações do mamilo (inversão)
- Secreção no mamilo

Fatores de risco:

Não existe uma causa única para o câncer de mama e sim alguns fatores que podem aumentar o risco da doença, como:

- Idade - as mulheres, principalmente após os 50 anos, ainda são as mais afetadas pela doença;
- Sobrepeso ou obesidade;
- Não praticar atividade física regularmente;
- Exposição frequente a raios X;
- Histórico familiar de câncer de mama e ovário, principalmente em parentes de primeiro grau (mãe, irmã) que tenham tido a doença antes dos 50 anos;
- Não ter amamentado;
- Primeira menstruação antes dos 12 anos;
- Parar de menstruar após os 55 anos;
- Fazer reposição hormonal pós menopousa por mais de 5 anos

O que você pode fazer para reduzir os riscos:

- Ter uma alimentação saudável, ingerindo verduras, legumes, frutas, proteínas, carboidratos, cereais, além da ingestão de muito líquido;
- Controlar seu peso;
- Praticar exercícios físicos regulares. Eles aliviam o estresse físico e emocional e melhoram o funcionamento do organismo;
- Evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
- Evitar o tabagismo;
- Ter uma equipe de saúde de referência para orientações e esclarecimento de dúvidas quanto às medidas preventivas e acompanhamento de exames complementares e outros procedimentos que se fizerem necessários.

Fonte: www.saude.mg.gov,br/saudedamulher

Cultivo de plantas - Cultivo da Pimenta


Nome Científico: Capsicum spp
Nomes Populares: Pimenta, Malagueta, Pimenteira, Piri-piri
Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Ervas Condimentares, Flores Perenes, Frutas e Legumes,Plantas Hortícolas
Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo,Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: América Central, América do Norte, América do Sul
Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

O gênero Capsicum inclui plantas de frutos picantes, conhecidos como pimentas, assim como plantas de frutos “doces”, os pimentões. As diferentes espécies de pimenta conhecidas podem ser classificadas como domésticas, semi-domesticadas e selvagens. As espécies domésticas e mais cultivadas são a C. annuum var. annuum, C. baccatum var. pendulum, C. chinense, C. frutescens eC. pubescens. As pimentas deste gênero não apresentam relação botânica com outras pimentas comumente utilizadas como tempero, como a pimenta-do-reino (Piper nigrum), pimenta-da-jamaica (Pimenta dioica ou pimenta-rosa (Schinus sp).

As pimentas são cultivadas principalmente com fins alimentares, medicinais, condimentares e ornamentais. Elas apresentam caule lenhoso ou semi-lenhoso, ramificado, ereto ou recurvado, e folhas lanceoladas, verdes e brilhantes, com nervuras bem marcadas. O porte é variável, sendo que algumas cultivares são anãs e outras podem atingir 1,5 metros de altura. As flores são em sua maioria brancas, mas algumas variedades apresentam flores arroxeadas. O fruto é uma baga de tamanho variável, que pode ter formato esférico, cônico, campanulado, entre outros e apresentar diversas cores, como verde, branco, amarelo, vermelho, laranja, preto, marrom ou violeta.

A capsaicina e outros compostos do grupo dos capsaicinóides são os responsáveis pelo sabor picante das pimentas. Esta picância é medida em escala própria, a escala Scoville, que parte do pimentão, como tendo picância 0 e vai aumentando em unidades até chegar às pimentas mais picantes, com 300,000 unidades, conhecidas como habaneros. Na culinária as pimentas são utilizadas em conservas, molhos, saladas, recheadas, etc e seu uso é tão difundido que faz parte das mais diversas culturas orientais e ocidentais.

Apesar de consideradas perenes, as variedades atuais de pimenteiras são selecionadas para frutificarem intensamente em um curto período de tempo. Desta forma, após o primeiro ano, elas perdem a beleza, enfraquecem, produzem menos e se tornam sensíveis a pragas e doenças. Os vasinhos e canteiros devem ser reformados a cada um ou dois anos e, para que as pimenteiras ornamentais sejam mais longevas, o raleio de flores e a colheita permanente dos frutos maduros são recomendados.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, profundo, leve, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. A pimenteira aprecia adubações semanais durante o crescimento e floração e adubações quinzenais durante a frutificação. Não tolera estiagem, encharcamento, frio ou geadas. Multiplica-se por estaquia e mais comumente por sementes. A colheita inicia-se de 100 a 120 dias após o plantio.

Fonte: Jardineiro.net

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Mensagem da Brahma Kumaris - World Spiritual University

Paciência

"Ser paciente significa fazer face a todas as situações com coragem e determinação e manter uma paz de espírito natural, sem que os acontecimentos externos tragam oscilação na sua atitude interna e no seu comportamento. A impaciência revela falta de maturidade e falta de confiança na nossa capacidade de enfrentar as adversidades que surgem quando menos se espera. Aquilo que não for feito com paciência dificilmente poderá ser feito com sucesso."

António Sequeira

Para indicar o recebimento dessas mensagens a um colega por favor sugerir que acesse: www.bkumaris.org.br/cadastro

Site da Brahma Kumaris internacional: http://www.bkwsu.org/

Site da Brahma Kumaris no Brasil: http://www.bkwsu.org/brazil/

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Piñata Cake



Surpreender os convidados vai muito além de ter um bolo bonito e bem decorado: é preciso também acrescentar sabor nesta aventura. Esta é a proposta do piñata cake, um estilo que vem fazendo sucesso nos Estados Unidos. É feito com um pão de ló oco por dentro, para ser recheado com diversas guloseimas, como confeitos de chocolate ou balas de goma. Pichorra, como também é conhecido, é uma tradição mexicana que consiste em montar balões de papel marchê forrados de guloseimas. Ele fica suspenso em um dos pontos da festa e o anfitrião tem de estourá-lo para que todos possam pegar os doces.


CORES DA ALEGRIA

A cobertura e os doces que irão rechear o bolo dependem muito da festa. Massas brancas ou de chocolate são perfeitas para aniversários. Aposte no red velvet em um chá de cozinha mais sofisticado ou em corantes de vários tons misturados para comemorar o primeiro ano de vida de uma criança. O rosa com balas de gelatina tem massa de baunilha e recheio de ganache de chocolate branco. Já o bolo acima tem choco balls e recheio de ganache de chocolate. Ambos são da Maison Art Gourmet (SP).


SABOR PREFERIDO

Embora as balas de goma coloridas chamem a atenção, a criançada prefere mesmo os confeitos de chocolate. Você pode optar pelos coloridos ou pelos de uma tonalidade só. Acima, bolo de baunilha com ganache de chocolate branco e confeitos coloridos de chocolate, da Le Malu (SP).


APRESENTAÇÃO ESPECIAL


Não é somente com o recheio do bolo e com os confeitos que você precisa se preocupar ao montar um. A cobertura também é importante. Aqui, apresentamos algumas ideias, mas solte a sua imaginação. Creme de manteiga, chantili, marshmallow ou mesmo ganache de chocolate podem render ótimas ideias. Acima, massa branca com recheio de creme de avelã e pasta americana pintada com tinta comestível dourada, de Bruna Monari, da Boliêr (SP).

TEMPERATURA MÁXIMA

Tome cuidado ainda com a cobertura que escolher se você for deixar o bolo na mesa de doces por um longo período. Pasta americana deixa tudo mais intacto durante os dias de calor. Já chantili pode derreter e estragar o bolo.

Fonte: Revista Festa Viva - Edição 50

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Texto


Troque a roupa. Mude os sonhos. Acorde cedo. Compre caderno e canetas. Escreva. Desafogue as mágoas. Arrume as gavetas, mas não esqueça de organizar a cabeça. Gaste tempo incomodando a tristeza. Faça silêncio e escute seu coração. Enxergue desenho nas nuvens. Colha flores para enfeitar a casa. Ouça música para manter a vida. Cante, certo, errado, mas cante a sua canção. O pior drama é ter feito o mínimo, errado pouco e vivido metades.

Desconheço o autor - Quem souber gentileza me falar, que darei os devidos créditos.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Casa Cor Minas Gerais 2015 termina dia 06 de outubro

A Casa Cor Minas Gerais está quase terminando sua 21ª edição. Instalada na região da Pampulha que concorre a Patrimônio Cultural da Humanidade, dispõe de 38 ambientes. A mostra terminará no dia 06 de outubro e contará com um Special Sale, que acontecerá nos dias 05 e 06 do mesmo mês.
Confira abaixo alguns ambientes:


Jardim de Entrada e Bilheteria: João Diniz e José Baccarini. Na bilheteria batizada de Pamp.pavilion, o aço oxidado aparece na folha contínua que conforma ao mesmo tempo o teto e o piso, em alusão às curvas de Niemeyer em suas obras da Pampulha. A estrutura reforça o sentido das bobinas laminadas, dispostas nas laterais. Na parte frontal do jardim, cangas de minério e folhagens como bromélias e capim dos pampas constituem uma tipologia mais rústica, enquanto a área posterior traz um ambiente seco, com a presença das agaves, do mandacaru local e de uma forração à base de pó e detritos de mármore.



Quarto do bebê - Salma Freitas. Peças antigas dos pais e avós contracenam com objetos atuais no espaço que faz uma leitura contemporânea do clássico. O estilo é citado nas boiseries, no capitonê dos móveis, nos tons de ouro e ouro velho em detalhes, no dossel em formato de coroa. A iluminação indireta escapa das faixas em gesso e confere atualidade. Os quadros foram desenvolvidos a partir do tema contos infantis europeus.



Home Theater: Anamaria Diniz e Zilda Santiago. Chaises encapadas em veludo tornam o ambiente super confortável, ideal para contemplar os efeitos dos equipamentos de última geração. Em algumas paredes, o revestimento escolhido foi o mármore Armani, enquanto o piso em pedra sabão confere um charme adicional. Outro destaque é o exclusivo conjunto de gravuras em preto e branco.


Gazebo e Deck Spa da Lagoa: Luís Fábio Rezende de Araújo. Além de dispor de um espaço com 200 metros quadrados, Luís também contou com a vista privilegiada do principal cartão-postal de Belo Horizonte. A estrutura do gazebo foi construída em madeira Cumaru tonalizada. O SPA privativo pode ser fechado com cortinas de linho. No mobiliário, destaque para as Poltronas Cerello e a seleção de tecidos estampados.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Organização de panos de prato




Uma ideia super boa é guardar panos de copa e cozinha em rolinhos, fica fácil visualizar e não bagunça a gaveta inteira para pegar aquele que a gente mais gosta.

Retirado do Blog Chega de Bagunça

Mensagem da Brahma Kumaris - World Spiritual University

Sensatez

“Hoje se pergunte: Que tipo de pensamento me dá força e que tipo de pensamento tira minha força? Aprenda a criar pensamentos puros. Veja que, a medida que você entra em si mesmo, aquela honestidade verdadeira e profunda aparece. É quando a alma se torna honesta que o conhecimento espiritual entra na alma. E quando isso acontece você descobre uma mina de joias dentro de si. Portanto, tenha a sensatez de usar a mente de forma correta. Independente do que os outros estão fazendo, eu tenho de ser feliz comigo e feliz com todos.”

Dadi Janki

Para indicar o recebimento dessas mensagens a um colega por favor sugerir que acesse: www.bkumaris.org.br/cadastro

Site da Brahma Kumaris internacional: http://www.bkwsu.org/

Site da Brahma Kumaris no Brasil: http://www.bkwsu.org/brazil/

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Casa Cor Minas Gerais 2015


A Casa Cor Minas Gerais acontecerá entre os dias 30 de agosto a 06 de outubro de 2015, na Alameda das Latânias, 30, Bairro São Luiz/Pampulha - Belo Horizonte.  
Horário de funcionamento: Terça a sexta das 15h às 22h  - Sábado das 13h às 22h - Domingos e feriados das 13h às 19h
Valor da entrada - Terça a Sexta - Inteira: R$ 40,00 - Meia: R$ 20,00, Sábado e Domingo - Inteira: R$ 50,00 - Meia: R$ 25,00

Nem sempre os imóveis que recebem a Casa Cor estão prontinhos para a intervenção dos profissionais. A composição da mostra exige raciocínio e muito trabalho dos organizadores para transformar a construção em diversos ambientes, com boas áreas de circulação e acessibilidade. Muitas vezes é preciso destruir para só depois começar a construir. Esse é o caso da Casa Cor Minas Gerais. A casa escolhida na Pampulha teve suas áreas completamente demolidas. Foi preciso que o entulho fosse recolhido e o solo preparado para a implantação arquitetônica da mostra. Só depois disso é que os profissionais puderam começar a executar seus projetos.

Veja duas fotos da mostra:


Banheiro público assinado por Bruno Viana


Varanda da Lagoa assinada por Ana Bahia

Fonte: casa.abril.com.br/casa-cor/mostras/minas-gerais

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

5 receitas de escalda pés para relaxar

Alfazema

Ingredientes:

- Água morna
- 4 colheres de sopa de sal grosso
- 8 gotas de alfazema

Junte os ingredientes num recipiente até que o sal dissolva. Deixe os pés por 30 minutos. Enxugue e passe hidratante à base de manteiga de karité.

Chá de camomila

Ingrediente:

- 8 xícaras de chá de camomila

Despeje o chá numa bacia e mantenha os pés por 30 minutos. A camomila tem propriedades relaxantes.

Refresca-pés

Ingredientes:

- Água em temperatura ambiente
- 5 gotas de óleo essencial de hortelã ou folhas de hortelã maceradas com sal marinho

Ponha os pés na mistura por 10 a 15 minutos e sinta o frescor da hortelã. Em seguida, massageie com creme hidratante.

Esfoliante

Ingredientes:

- 4 colheres de sopa de açúcar mascavo
- 8 colheres de óleo de amêndoas

Junte o açúcar e o óleo e aplique a mistura sobre todas as regiões dos pés em movimentos circulares e para cima. Depois, retire com uma toalha úmida ou coloque os pés em água morna. Enxugue e passe hidratante com manteiga de karité, envolvendo os pés, em seguida, com sacos transparentes. Deixe o hidratante agir por 15 minutos, retire o plástico e faça uma automassagem. Remova o hidratante restante com uma toalha quente e úmida.


Fontes: Geni Anjola, terapeuta do Spa Cidade Jardim, de São Paulo (SP); Fabyola Bunim, administradora do Acqua Brasil Spa, do Rio de Janeiro (RJ).

Publicado no site M de mulher

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Manual da casa limpa

Para ajudar a organizar a limpeza de casa (ainda mais agora nem ter empregada doméstica ficou mais caro), achei na internet uma lista descomplicada. Mudei um pouco a lista de acordo com o que faço. Mais o tempo de manutenção escrito aqui, pode variar obviamente. Existem casas que sujam mais, outras menos. Claro que, como toda lista básica, terá de ser completada de acordo com as peculiaridades da casa. Mas vai ajudar bastante você a se organizar.

Para nortear o trabalho diário, dois conceitos úteis: o serviço de limpeza diária se resume basicamente em limpar + higienizar os locais críticos como banheiro e cozinha. Quando limpamos, retiramos a sujeira (o que vemos) e quando higienizamos, retiramos o que não vemos (bactérias e diversos microorganismos que fazem mal à nossa saúde). Ou seja, use detergente neutro para limpar e álcool em gel 70º para higienizar/desinfetar.

Mãos à obra:

Todos os dias é necessário:
  • Lavar louça, limpar e secar os cantinhos da pia (onde se acumulam os microorganismos)
  • Retirar os lixos de cozinha e banheiros
  • Abrir as janelas por pelo menos uma hora
Uma vez por semana:
  • Trocar roupa de cama e banho
  • Tirar o pó de todos os móveis da casa
  • Limpar todos os eletrodomésticos
  • Passar o aspirador em estofados, carpetes e tapetes
  • Limpar o chão da casa toda
  • Lavar e higienizar as lixeiras (por dentro e por fora)
  • Limpar o forno (se tiver usado)
  • Limpar portas, vidros e janelas
  • Limpar azulejos
  • Higienizar o computador (teclado, mouse, parte de fora)
  • Trocar a colcha das camas
  • Lavar banheiros, limpar a cozinha
Quinzenalmente:
  • Limpar a geladeira por dentro
  • Limpar as partes superiores dos armários
  • Limpar e higienizar maçanetas, tomadas e interruptores
Mensalmente
  • Limpeza interna das máquinas de lavar e secar (consulte o manual);
  • Lavar as peças removíveis do aspirador de pó
  • Trocar o protetor do colchão 
  • Lavar tapetes
A cada dois meses:
  • Lavar capa das almofadas
  • Lavar saia da cama box
A cada seis meses
  • Limpeza de lustres internos e externos
  • Lavar cortinas e tapetes
Uma vez por ano:
  • Limpeza interna de armários de toda a casa 
Fontes: It mãe e Home Organizer (www.homeorganizer.com.br)

O 5 "S" e sua casa - parte 2


Os 5 sensos:
Seiri:
Senso de utilização, organização e liberação da área de coisas desnecessárias; Manter apenas o que é realmente necessário, eliminar o resto; Tem como conceito chave a utilidade, porém, devemos tomar cuidado com o que será descartado para que documentos (informações) ou objetos importantes não sejam perdidos.
Benefícios: Liberação de espaço; Eliminar materiais em excesso; Bloquear as causas que levam a estoque ou a desarrumação;—Eliminar itens fora de uso ou sucateados (guardar coisas desnecessárias tem custo); Reduzir ou eliminar tempo de procura; Questionar sempre: 5W-2H (What, o quê, Where, onde, Who, quem, When, quando, Why, Por quê, How, Como, e How much, Quanto); Princípio “um é melhor”: uma caneta, uma cópia, uma peça, etc.; A responsabilidade de quem descarta só termina no momento do destino final.
Seiton:
Senso de ordenação, arrumação, tudo em seu devido lugar; É o momento de arrumar o que sobrou depois do Seiri; Seu conceito chave é a simplificação; Determinar local para se achar com facilidade documentos, materiais ou equipamentos necessários; Os materiais devem ser colocados em locais de fácil acesso e de maneira que seja simples verificar quando estão fora de lugar.
Benefícios: Rapidez e facilidade para encontrar documentos, materiais, ferramentas e outros objetos; Economia de tempo; Controle sobre o que cada um um utiliza; Pontos de atenção: Usar rótulos e cores vivas para identificar os objetos; Observar o layout de trabalho (máquinas, armários, arquivos), corredores obstruídos, coisas fora do lugar.
Seisou:
Senso de limpeza, ambiente agradável; Tirar o lixo, a poluição (inclusive visual e sonora, não apenas o lixo), evitar sujar, evitar poluir;—Esta etapa visa limpar a área de trabalho e investigar processos que geram sujeira para modificá-las; Qualquer agente que prejudica o ambiente pode ser considerado sujeira: além do lixo comum, iluminação deficiente, mal cheiro, ruídos, pouca ventilação, poeira.A limpeza de cada ambiente é responsabilidade do usuário; Seisou inclui: não desperdiçar materiais, deixar locais em ordem após o uso (inclusive banheiros).
Principais vantagens: Satisfação das pessoas por estarem em ambiente limpo; Eliminação de desperdício; Mais importante que limpar é evitar sujar; Educar-se para não sujar.
Seiketsu:
Senso de asseio, padronização, saúde; Refere-se ao estado atingido com a prática dos 3S anteriores (Seiri, Seiton, Seisou), acrescido de providências rotineiras e habituais em termos de higiene, e saúde pessoal; Busca manter a organização, arrumação e limpeza obtidas nas etapas anteriores; É o momento de padronizar e melhorar continuamente as atividades (Kaizen); Exige perseverança pois a mudança de comportamento deve ser padronizada para que não se retorne ao estágio anterior.
Melhorias no: Equilíbrio físico e mental; A higiene física e mental trará benefícios; Como se chegar nesse estágio: Ter os 3S anteriores implantados; Manter excelentes condições de higiene nas áreas comuns.
Shitsuke:
Observar e respeitar—Senso de disciplina e autodisciplina, compromissos; Implica em Autogestão: cada pessoa deve cuidar de si e do seu espaço; O compromisso pessoal com o cumprimento dos padrões éticos, morais e técnicos, definidos pelo 5S; Deve-se adaptar às novas realidades de modo que as relações com o ambiente e pessoais se renovem e sustentem ao longo do tempo de forma saudável;—Sendo a última etapa ao ser executado significa que todas as etapas do 5S estão se consolidando.
VantagensMelhoria da qualidade do trabalho diário;Melhoria nas relações humanas pois todos sabem o que fazer e de quem são as responsabilidades; Valorização do ser humano que passa a ser responsável pelos processos mesmo sem supervisão;Incentivo à criatividade; Constante auto-análise e busca de aperfeiçoamento.
É importante incentivar os trabalhadores através de elogio e reconhecimento do trabalho que está sendo feito;Para que a implantação da disciplina dê resultados deve-se: Educar à todos para a criatividade; Ter padrões simples e praticá-los sempre; Ter paciência e persistência (nada acontecerá num passe de mágica);Melhorar continuamente o pessoal; Buscar previsibilidade de resultados, não deixar ao acaso.

terça-feira, 28 de abril de 2015

O 5 "S" e a sua casa - Parte 1

  • Housekeeping... (1) Dos termos em inglês: House: “casa”; Keep:“guardar, segurar, controlar, etc.” [...]ing: “sufixo que geralmente indica o gerúndio de qualquer verbo”; Assim “Housekeeping” é o termo que denomina o “programa” usado pelas famílias para colocar a casa em ordem; O Housekeeping é tradicional nas casas dos japoneses; Um programa de treinamento e princípios educacionais passado de geração em geração (da infância à velhice); 
  •  Housekeeping... (2) Busca a melhoria de maneira simples pelo: Aperfeiçoamento constante; Prática de bons hábitos, procedimentos, comportamentos e etc.; Participação de todos os moradores da casa (membros da família). Após a II Guerra (idos de 1950) Ishikawa observou que essa tradição milenar poderia ser útil nas empresas e mesmo na economia do país como um todo; A aplicação do Housekeeping nas empresas foi tão eficaz que ainda hoje é considerado o principal instrumento de Gestão da Qualidade daquele país;
  • Este texto é um texto voltado para empresas. Vamos tentar adaptar o texto voltado às empresas para nossas casas:
  • Os 5S’s:

  1. Seiri 
  2. Seiton
  3. Seisou
  4. Seiketsu
  5. Shitsuke
  •  Os S’s vem da língua japonesa, em português usa-se o termo “Senso” pois este reflete a idéia de mudança comportamental, indicando que é preciso “sentir” a necessidade de fazer alguma coisa;
  • 5S’s (2) É um processo que consiste em 5 grandes passos que auxiliam na organização; Busca a melhoria no dia-a-dia através de: Cuidados com limpeza; Uso e conservação adequados dos materiais; Melhoria do ambiente em geral; Prevenção (busca da eliminação) de acidentes; Incentivo à criatividade; Redução de custos; Eliminação de desperdício, quebras; Desenvolvimento do trabalho em equipe em casa e nas empresas; Melhoria das relações humanas; Aplicação de atitudes simples mas indispensáveis para descomplicar as tarefas
  • 5S’s (3) No início da década de 90 o 5S foi formalmente introduzido no Brasil; Em virtude das traduções diversas (e geralmente não claras dos S’s japoneses) trazia resultados pouco satisfatórios; O método pode ser praticado por qualquer pessoa, em qualquer circunstância; É uma coisa natural, portanto, para que aprendê-lo e praticá-lo? Coisas só se tornam recursos se sabemos como usá-las, conservá- las, ordená-las, descartá-las e reciclá-las da melhor forma; O 5S ajuda-nos a fazer isso;
  •  Os Sensos: premissas: Os sensos são etapas do 5S; Estas etapas não são independentes, ao contrário, são complementares; Colocar em prática menos que os cinco Sensos irá ajudar, mas os impactos não serão os mesmos e será difícil manter; A participação efetiva de todos os diretamente envolvidos na casa ou nas empresas é crucial, não haverá resultado sem ela.
Fonte: Gestão da Qualidade - Fernando Monteiro 

Cabelo e pelo de animais causam entupimentos nas estações de tratamento de esgoto

Jogadas no ralo ou na privada, essas fibras representam metade do lixo que para nas grades de retenção das estações e causam panes.

Veja esta e mais curiosidades sobre a água no novo "Manual de etiqueta" no site: planetasustentavel.combr. Baixe o seu gratuitamente e compartilhe as informações.


quarta-feira, 22 de abril de 2015

Mensagem da Brahma Kumaris - World Spiritual University

Obstáculos

"Os obstáculos que surgem não são para prejudicá-lo, eles vem apenas para se despedir de você. Deixe-os vir e ir mas não deixe que os obstáculos sentem-se com você como seus convidados. Agora faça esse esforço: deixe que os obstáculos simplesmente venham e vão embora. Se você permitir que eles sejam seus convidados de novo e de novo, então isso tornar-se um hábito. Eles se sentiriam em casa com você. Portanto, deixe-os vir e deixe-os ir. Não tenha misericórdia deles."

Brahma Kumaris

Para indicar o recebimento dessas mensagens a um colega por favor sugerir que acesse: www.bkumaris.org.br/cadastro

Site da Brahma Kumaris internacional: http://www.bkwsu.org/

Site da Brahma Kumaris no Brasil: http://www.bkwsu.org/brazil/

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Saiba quais são as plantas ideais para enfeitar o lar no outono




A nova estação é caracterizada pela queda de temperatura e das folhas das árvores, há redução de luz solar, os dias ficam mais curtos, as noites, mais longas. Esse período pede flores especiais para a decoração da casa e do jardim. A natureza, sábia, reserva espécies próprias para cada época do ano. A paisagista Erly Hooper, com mais de 35 anos de carreira, formada em decoração pela Fundação Mineira de Artes Aleijadinho (Fuma), hoje Escola de Desing/Uemg, e assinando os mais variados projetos residenciais e comerciais, além de participações em mostras, ensina que nosso clima tropical não apresenta as estações do ano tão marcadas como no temperado. Mas podemos perceber a chegada de uma estação com temperaturas mais amenas. A estação das flores é a primavera, mas algumas espécies florescem no outono – inverno. As quaresmeiras e paineiras já estão enfeitando as ruas e parques anunciando que o clima está esfriando. No outono, as camélias mostram suas lindas flores. A cabeça-de-velho (Euphorbia leucocephala) fica toda branquinha, coberta de flores.

Erly destaca as azaleias entre as espécies que florescem no outono, que já começam a soltar flores para ter seu apogeu no inverno. “Algumas espécies de buganvília, as de tons rosados e lilases, colorem os muros nesta estação com outras trepadeiras como: clerodendrum, o jasmim-dos-poetas, a glicinea e o jasmim-amarelo. Quem também florece nesta época são Streptosolen, rosas, áster, Alpinia zerumbete e Heliconia angusta.”

A paisagista explica que, com o desenvolvimento das cultivares, que são espécies de plantas que foram melhoradas devido a alteração ou introdução, pelo homem, podemos encontrar o ano inteiro no mercado muitas opções de flores para enfeitar o interior das casas. “Os vasos de cattleyas ou outras espécies híbridas de orquídeas são ótimas opções por durar muito tempo dentro de casa. Com boa durabilidade, podemos usar a Celosia argentea e os vasos de Anthurio de todas as cores. Folhagens são boas opções, como asplênio, jiboia, peperômias e Philodendros. O verde sempre alegra e embeleza todos os ambientes da casa.”

Erly enfatiza que é importante que as plantas sejam colocadas em locais com boa luminosidade para aumentar o tempo de duração. “A rega, de modo geral, deve ser feita sempre que a terra começar a secar. Colocar o dedo na terra é a melhor forma de sentir se a planta está precisando de água. Tanto a falta como o excesso de água fazem mal.” Para a paisagista, a particularidade do outono é que, nesta estação, “as plantas começam a entrar na época do descanso vegetativo. Por isso, é hora de podar e adubar o jardim, para ele estar saudável na primavera”.

HIBERNAÇÃO

A paisagista Daniela Sedo, de São Paulo, reforça que, no outono, as plantas começam a entrar em estágio de hibernação, as flores e árvores se alimentam menos, já que entram em estado de “dormência”. “É justamente no outono que as plantas se esguardam de energia, para que na primavera floresçam, frutifiquem e se mantenham bonitas por mais tempo. Muitas espécies não florescem nesta época. Porém, sua folhagem se mantém verdinha, desde que bem tratadas. Como forma de proteção do frio, elas economizam energia e há espécies que perdem as folhas.”

Daniela lembra que, no outono, a adubação deve ser intensificada para que absorvam ao máximo os nutrientes. “Quem gosta de plantas e flores não abre mão de tê-las sempre bonitas em casa, mesmo em estações como o outono e o inverno. Por isso, uma opção pode ser a montagem de um projeto de jardim de outono – inverno, com o colorido da azaleia, begônia, bico-de-papagaio, camélia, flor-de-maio, ipomeia, orquídea, quaresmeira, sálvia, antúrio, bela-emília, pinheiro, kaisuca, buchinho, peperomia, miniantúrio, entre outras espécies.” Para ela, a estação é ideal para trabalhar com paisagismo dentro de casa, com vasos coloridos feitos de resina – que dão um ar sofisticado e moderno aos ambientes. “O importante é cuidar bem das espécies nesse período, para que na primavera – verão as flores estejam lindas e floridas.”

Fonte: Estado de Minas - Lugar Certo

domingo, 29 de março de 2015

Ideias de lembranças para a Páscoa

Olá. No blog "Chega de Bagunça", saíram várias ideias de lembrancinhas para a páscoa. São ideias fáceis e baratas para quem tem muitas pessoas para presentear.

Vejam abaixo:

Pompom de coelho:

Essa ideia é simples e fofa. Coloque em um saco transparente vários pedaços de marshmallow branco e capriche na embalagem com os dizeres “Pompom de Coelho”.

 
Ideias de lembranças para a Páscoa
Pompom de Coelho


Ovinhos de Jujuba


Em tempos de recessão, o melhor mesmo é ser criativo. Compre um pacotão de jujubas, coloque em sacos transparentes e de novo, capriche na embalagem.

Ideias de lembranças para a Páscoa
Ovinhos de jujuba


Esmalte do coelho


Personalize a embalagem do esmalte com o rosto e o pompom do coelho. Ideal para as professoras que estão de dieta. Você pode fazer também um kit de esmalte com um batom de chocolate (da garoto). Fica um kit simpático de esmalte e batom!


Ideias de lembranças para a Páscoa
Esmalte de coelho


Sacola do coelho

Personalize uma sacola de papel craft com o pompom do coelho, e adicione papel de seda rosa para dar volume e acabamento. Dentro da sacola, preencha com guloseimas.

Ideias de lembranças para a Páscoa
Sacola do coelho

Postei somente algumas lembrancinhas, quem quiser ver mais ideias, por favor acesse o blog "Chega de Bagunça" no seguinte endereço:
http://blogchegadebagunca.com.br/10-ideias-de-lembrancas-para-a-pascoa/

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Você é um procrastinador?


Você é um procrastinador?
  • Você pensa bastante sobre o que gostaria de realizar, mas raramente os projetos saem do papel?
  • Tem dificuldades em iniciar ou completar projetos porque seus padrões de exigência são altos demais?
  • Você tem dificuldade em tomar decisões, vacilando sobre o que deveria fazer?
  • Torna-se facilmente mal-humorado, irritado ou argumentativo quando lhe solicitam fazer algo que não quer?
  • Ignora tarefas importantes, e então no último minuto trabalha freneticamente para conseguir que as coisas sejam feitas?
Talvez você seja um procrastinador, mas não saiba. O que é isto?

Todas as pessoas procrastinam. Quem não enfrenta ou enfrentou atrasos em preencher seu imposto de renda, organizar seu bagunçado espaço de trabalho, fazer aquele planejamento difícil que o chefe tanto quer ou o trabalho de conclusão na universidade?
Procrastinar significa adiar, deixar para depois.
Algumas vezes, procrastinar pode ser útil como postergar a compra de um bem para adquirir no mês seguinte e pagá-lo à vista, pensar melhor se é este o momento para se casar, dar um tempo para esfriar a cabeça e juntar dados antes de uma decisão ou simplesmente deixar de devolver o vídeo na locadora, pois a chuva está mais para um dilúvio. Nestes casos, a procrastinação é um aliado. Você escolhe procrastinar.
Mas, para algumas pessoas, adiar traz inúmeros problemas e, o que é pior, a procrastinação parece ter vontade própria. Como o estudante que não termina a faculdade, o gerente que deixa para o último momento projetos importantes e o marido que nunca acha tempo para o que a esposa espera (ou “reclama”, segundo o ponto de vista dele).

Procrastinar é sinônimo de deixar para amanhã, “empurrar com a barriga”, postergar, adiar. É um comportamento de autodefesa, um modo de diminuir diversos medos. Segundo Neil Fiore, da Universidade da Califórnia em Berkley, “é um mecanismo para enfrentar a ansiedade associada com iniciar ou completar qualquer tarefa ou decisão”.

Desculpas e conseqüências 

As pessoas fazem de tudo quando procrastinam. Assaltam a geladeira de dez em dez minutos na véspera da prova de Matemática Financeira, telefonam para amigos que não vêem há tempo, trabalham em algo de menor importância (não importa o que seja), saem para fazer compras ou simplesmente ficam no sofá para assistir a um ótimo filme. O procrastinador sempre encontra desculpas para não escrever o relatório, não tocar o projeto, não consertar o que está quebrado ou adiar indefinidamente sua consulta médica ou a decisão sobre as férias. “Não tenho o equipamento apropriado”, “pode não ser suficientemente bom”, telefonarei quando a tarifa for mais acessível”.
As conseqüências pessoais e profissionais para quem adia sistematicamente não são nada agradáveis. Do ponto de vista externo, encontram-se a perda financeira, a perda de amizade, notas mais baixas, tensão com familiares, divórcio, multas governamentais. Internamente, aparecem a autocrítica, ansiedade, incapacidade de gostar de outras atividades, sensação de fraude, depressão e exaustão física.
Se pensarmos sob a ótica da empresa ou da sociedade, é fácil imaginar que conseqüências traz um vendedor que adia as visitas mais importantes (e lucrativas), um gerente que põe toda a equipe a apagar incêndios ou um estudante de universidade (pública ou particular) que deixa seu curso incompleto.

“Vou levando!”

Procrastinadores pensam ter uma falta de habilidade em gerenciar seu tempo. Procuram livros e cursos sobre o assunto, mas todas as abordagens tradicionais falham. Procrastinadores crônicos, em vez de fazerem as coisas, tendem a gastar seu tempo pensando sobre o que eles deveriam estar fazendo. E é aí que a vida se vai.
É preciso entender que seu comportamento é uma tentativa de resolver uma variedade de questões, em que aparecem perfeccionismo, baixa auto-estima, medos, desequilíbrio entre trabalho e lazer.
São cinco os grandes medos que conduzem à procrastinação: medo do fracasso (a procrastinação dá uma desculpa para não atingir a nota ou desempenho máximo), do sucesso (mantém-nos afastado do melhor e das conseqüências que podem advir), de perder a batalha (um modo indireto de resistir à pressão de autoridades), da separação (se você valoriza estar próximo a alguém) e da ligação (se você valoriza acima de tudo sua individualidade e solidão e se sente ameaçado quando se envolve demais com outras pessoas).

Tem jeito?

As técnicas tradicionais de administração do tempo (prioridades, metas, ferramentas, planejamento) decididamente não auxiliam. Pelo contrário, criam mais um problema: “Se todos que fazem cursos com estas abordagens conseguem progresso, por que comigo não funcionam? O que há de errado comigo?”
A chave está em técnicas que não lutam com a procrastinação, porém com suas causas. Assim, enfrentar o perfeccionismo o fará avançar quilômetros. Aprender a ser humano, com direito à falha, trará sua nota 9 – contra um idealista e distante 10.

Comece já! 

Metas passo a passo

Metas para um procrastinador são quase sempre vagas ou excessivamente ambiciosas. Estabeleça uma meta comportamental, observável, específica, concreta e dividida em pequenos passos.

Diversão. Sim, muita diversão.

Para manter altos níveis de motivação, diminuir a necessidade de procrastinar diante das demandas da vida e atingir alto desempenho, toda pessoa necessita de diversão sem culpa. O lazer proporciona períodos de renovação física e mental. Esteja certo de planejar para a próxima semana uma saída com amigos, ida ao cinema e qualquer outra atividade divertida de sua preferência. Diversão não é pecado! Nem privilégio dos não procrastinadores.

Em vez das pedras do meio do caminho, veja o prêmio

Ansiedade ou excitação são dois lados de uma mesma moeda. Ao invés de ficar ansioso e amedrontado com o projeto que vem pela frente, veja pelo lado positivo. O que de novidade você irá descobrir com este projeto? Que experiências estimulantes e novas pessoas serão o prêmio desta empreitada?

Calendário reverso

Seja a festa de aniversário de seu filho, seja o planejamento anual de seu departamento o objeto do seu adiamento, escreva as etapas necessárias partindo da data limite. Digamos que o aniversário seja daqui há três semanas. Naquela data você receberá os convidados e dará a recepção. Para a véspera, planeje decorar o ambiente; dois dias antes, compre as bebidas. A torta e guloseimas serão encomendadas com quinze dias de antecedência à data da festa. Antes disso, é hora de enviar os convites. E então, “hoje” você pode definir o local da festa e a lista de convidados. Esta é a sua tarefa de agora.

O início persistente

Os pensamentos “Este projeto é muito grande” e “Eu devo terminar” conduzem à paralisia. Troque o foco “terminar” por “iniciar”. Insista em começar hoje. Por exemplo, compre o envelope no qual enviará seu curriculum vitae a um possível empregador ou encontre uma caixa vazia para posteriormente juntar seus documentos para o imposto de renda. Por pequena que seja a tarefa, você está no controle. Adeus, ansiedade.

Técnica do rascunho.

Rascunhos e esboços iniciais são etapas necessárias e desejáveis que refletem o processo não-linear de iniciar um projeto. Saber que você está trabalhando na primeira versão de seu documento e que voltará a ele tantas vezes quanto quiser, afasta-o do perfeccionismo, permitindo-lhe iniciar já. Este artigo foi escrito ao longo de uma semana, justamente usando este técnica.

Controle a tensão.

Aprenda a lidar com a tensão. Ouça fitas cassete de relax. Faça exercícios físicos de forma regular (a atividade física estimula a produção de endorfinas e libera o acúmulo de tensões e frustrações). Experimente ficar sozinho por algum período (15 ou 30 minutos), sem necessidade de realizar nada, apenas repouso ou contemplação.

Busque apoio. Encontre um amigo. Trabalhe com alguém

As pessoas podem ajudá-lo, mas não todas. Evite aquelas que elogiam incondicionalmente (soa como pressão) ou criticam e julgam ferozmente. Amigo é alguém que enxerga a situação do ponto de vista “seu” e pode dar-lhe a compreensão necessária e um feedback. Que tal encontrar um amigo que também quer caminhar das 6 às 7 horas da manhã?
Que tal um “sócio” para estabelecer um plano em conjunto seja qual for o projeto? Por vezes, unir-se a pessoas com habilidades complementares às suas, pode representar o mapa da mina para vencer a procrastinação.

Use recompensas ao longo do caminho

A auto-recompensa é mais eficiente do que a autocrítica. Comemore cada etapa vencida em seu projeto, por menor que seja ela. Ir ao cinema no final de semana, sua comida predileta, a visita a um amigo, o CD que você está namorando, um bate-papo com um amigo e elogios são exemplos de prêmios que você pode dar a si mesmo. Lembre-se: recompensas freqüentes e logo após ocorrer o comportamento almejado (nunca antes e nem exageradamente distante).

Fonte: Blog Chega de Bagunça

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Prepare o lavabo ou banheiro para a comemoração



Na próxima vez em que for dar uma festa, monte uma espécie de unidade de pronto atendimento para os convidados no lavabo da sua casa. Itens que podem ser de primeira necessidade durante a noite, incluindo batons para as mulheres, ficam à vista e ao alcance das mãos. Útil e charmosa, a ideia vai agradar em cheio. Na caixa floral por fora e listrada por dentro, o kit completo de maquiagem enfeita a bancada e faz a alegria das mulheres.



Para renovar o frescor, antissépticos bucais e copinhos descartáveis. É só escolher o sabor e se servir.

Aguardem mais dicas de festas em breve!

Fonte: Casa e Comida

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Benefícios do sal grosso

Agora foi comprovado, os benefícios do sal grosso não são reconhecidos apenas no campo místico; agora também no campo científico. O sal grosso é considerado um potente purificador de ambientes. Povos distintos usam o sal para combater o mau-olhado, e deixar a casa a salvo de energias nefastas. O sal é um cristal e por isso emite ondas eletromagnéticas que podem ser medidas pelos radiestesistas. Ele tem o mesmo comprimento de onda da cor violeta, capaz de neutralizar os campos eletromagnéticos negativos. Visto ao microscópio o sal bruto revela que é um cristal, formado por pequenos quadrados ou cubos achatados. As energias densas costumam se concentrar nos cantos da casa, por isso, colocar um copo de água com sal grosso ou sal de cozinha equilibra essas forças e deixa a casa mais leve. Para uma sala média onde não circula muita gente, um copo de água com sal em dois cantos é suficiente. Em dois ou três dias, já se percebe a diferença. Quando se formam bolhas é hora de renovar a salmoura. A solução de água e sal também é capaz de puxar os íons positivos, isto é, as partículas de energia elétrica da atmosfera, e reequilibrar a energia dos ambientes. Principalmente em locais fechados, escuros ou mesmo antes de uma tempestade, esses íons têm efeito intensificador e podem provocar tensão e irritação. A prática simples de purificação com água e sal deve ser feita à menor sensação de que o ambiente está carregado, depois de brigas ou à noite, no quarto, para que o sono não seja perturbado. Já foi considerado o ouro branco (salmoura para conservar alimentos). Os povos foram desenvolvendo técnicas de usar o sal, como as abaixo descritas: Uma pitada de sal sobre os ombros afasta a inveja. Para espantar o mau-olhado ou evitar visitas indesejáveis, caboclos e caipiras costumam colocar uma fileira de sal na soleira da porta ou um copo de salmoura do lado esquerdo da entrada. A mistura de sal com água ou álcool absorve tudo de ruim que está no ar, ajuda a purificar e impede que a inveja, o mau-olhado e outros sentimentos inferiores entrem na casa. Depois de uma festa, lavar todos os copos e pratos com sal grosso para neutralizar a energia dos convidados, purificando a louça para o uso diário. Na tradição africana, quando alguém se muda, as primeiras coisas a entrar na casa são: um copo de água e outro com sal. Usam sal marinho seco, num pires branco atrás da porta para puxar a energia negativa de quem entra. Também tomam banho com água salgada com ervas para renovar a energia interna e a vontade de viver. No Japão, o sal é considerado poderoso purificador. Os japoneses mais tradicionais jogam sal todos os dias na soleira das portas e sempre que uma visita mal vinda vai embora. Símbolo de lealdade na luta de sumô, os campeões jogam sal no ringue para que a luta transcorra com lealdade. Use esse poderoso aliado! É barato, fácil de encontrar, e pode lhe ajudar em momentos de dificuldade e de esgotamento energético! 

Modo de tomar o banho de sal grosso: após seu banho convencional, deixe um punhado de sal grosso escorrer do pescoço para baixo, embaixo da água da ducha. Banho de sal grosso e o antigo escalda-pés (mergulhar os pés em salmoura bem quente) têm o poder de neutralizar a eletricidade do corpo. Para quem mora longe da praia é um ótimo jeito de relaxar e renovar as energias. Tomar banho de água salgada com bicarbonato de sódio descarrega as energias ruins e é relaxante. O famoso banho de assento, com água morna e bicarbonato de sódio, é excelente para a higiene íntima, pois evita infecções. Mas no banho, o único cuidado é não molhar a cabeça, pois é aí que mora o nosso espírito e ele não deve ser neutralizado. Uma opção que agrada muitas pessoas é colocar um punhado de sal dentro de uma meia, e repousar esta na nuca (atrás do pescoço) debaixo da ducha. Não são aconselháveis banhos freqüentes com o sal. Dê preferência para os banhos na fase da Lua Cheia, utilize velas no banheiro, e se quiser ativar sua intuição, apague as luzes do banheiro. 

Benefícios de banhos e escalda pés com sal grosso: 1) Fisiológicos: ajuda a desintoxicar o corpo e afastar os vírus, estimula a circulação natural para a melhoria da saúde, ajuda a aliviar o pé do atleta, calos e calosidades, relaxa a tensão, dores musculares e nas articulações, ajuda a aliviar artrite e reumatismo, ajuda a aliviar a dor lombar crônica; 2) Benefícios estéticos: Tira as impurezas da pele, alivia irritações da pele como psoríase /eczema, alivia comichão, ardor e picadas, suaviza e amacia a pele; 3) Incentiva a pele a se renovar: ajuda a curar as cicatrizes, restaura o equilíbrio a umidade da pele; 4) Ocupacional: alivia o cansaço, os pés doloridos e os músculos da perna; alivia a tensão nas mãos e punhos, ajuda a aliviar lesões ocorridas nas práticas esportivas; 5) Psicofísico: proporciona um relaxamento profundo, ajuda a aliviar o estresse.

Fonte: www.fernandakzar.com

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Março: Mês da conscientização da Endometriose


"Você acabou de ser presenteado(a) com essa bela rosa amarela! Porém, esse não é um presente qualquer! 
É a ROSA DA CONSCIENTIZAÇÃO/DIVULGAÇÃO DA ENDOMETRIOSE. Doença até então pouco conhecida mas que acomete entre 10 a 15% da população feminina e que acarreta em cólicas ( fora ou não do período menstrual), dor e/ou incômodo forte durante a relação sexual, dor ao evacuar e urinar e pode levar a infertilidade.
Infelizmente a Endometriose não tem cura e ainda não se tem o conhecimento sobre o que causa. Por conta da pouca informação, muitas mulheres só conseguem descobrir que sofrem com a Endometriose quando ela já está num grau mais avançado da doença.
Por isso mesmo, o GAPENDI e a Página “Endometriose Online” lançaram essa campanha: “Presenteie alguém querido com 'rosa informação' e divulgue assim a Endometriose!”. Com certeza, você estará ajudando a alguma mulher que poderá sofrer com as dores causada por essa doença!!
Não deixe essa campanha cair!!
PRESENTEIE/ COMPARTILHE NO PERFIL DE UM ALGUÉM QUERIDO ESSA ROSA E PEÇA PARA QUE ELE(A) FAÇA O MESMO!!! E desafie que ele compartilhe também entre os amigos!! Vamos fazer isso até o final do mês de março!
Mais informações sobre a doença:http://eutenhoendometriose.blogspot.com.br/"


Compartilhem com seus amigos e peçam para que os mesmo enviem para mais amigos, fazendo dessa forma um desafio e uma grande campanha em prol da Divulgação e Conscientização da ENDOMETRIOSE!!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

10 Dicas para economizar água no jardim



Economizar água no jardim não é uma ideia nova, mas atualmente tem se tornado absolutamente importante. Além de reduzir a conta de água, o meio ambiente agradece o cuidado.

1. Irrigue de forma inteligente. Ao irrigar à noite, você reduz as perdas por evaporação, e dá mais tempo para as plantas se reidratarem. Também reduz a a irrigação de 5 vezes por semana para no máximo 2. Não irrigue quando houver previsão de chuva iminente. A redução gradativa na frequência das regas, força as plantas a aprofundarem suas raízes, tornando-as cada vez mais independentes.

2. Plante as espécies certas. Ao escolher espécies nativas da sua região, pode ficar tranquilo que elas perfeitamente vão se encaixar no clima e no regime de chuvas locais, dispensando regas suplementares. Também prefira as oriundas de regiões áridas, como as suculentas em geral. Essas plantas tem estruturas e maneiras especializadas na economia de água.

3. Utilize cobertura morta. Evite a perda de água pelo solo, cobrindo os espaços entre as plantas com uma cobertura morta, tal como palha, folhas secas, casca de pinus, serragem grossa, etc. Vale até papel e panos velhos. A cobertura se decompõem, nutrindo as plantas, evita o surgimento de ervas daninhas e reduz drasticamente a evaporação da água.

4. Colete a água da chuva. Monte um coletor para aproveitar a água que escorre do telhado pelas calhas. Há ideias simples e de fácil aplicação. Procure uma que se encaixe à sua realidade.

5. Recicle. Regue as plantas com a água que sobra na cozinha, como àquela que sobrou no copo de beber, a utilizada no cozimento dos legumes e da massa. Só não pode utilizar águas contaminadas com sal.

6. Plante árvores. As árvores sombreiam o jardim e as casas, reduzindo a temperatura. Além disso, depois de bem estabelecidas, não necessitam irrigação e são capazes de encontrar a água de que necessitam das profundezas do solo. A água transpirada pelas árvores ainda toma parte na umidade ambiental que favorece a formação das nuvens de chuva.

7. Reduza o espaçamento. Em hortas, você pode economizar água adensando os plantios. Assim a área a irrigar e a área exposta de solo é menor.

8. Controle as ervas daninhas. Além de enfeiar seu jardim, as ervas daninhas competem por água e nutrientes.

9. Proteja contra os ventos. Plante arbustos quebra-ventos, para reduzir a evaporação tanto do solo quanto das plantas.

10. Utilize pisos porosos. Cubra caminhos e decks com pisos capazes de drenar a água. Assim a água não se perde para a rua, ela penetra no solo e ajuda a irrigar profundamente as plantas do seu jardim.

Fonte: Jardineiro.net